8.9.08

Entrevista à Quem

QUEM É O RAFA?
"Eu sou um cara absolutamente intenso, insatisfeito e agitado. Sou formado em jornalismo, ator, músico, sou um homem solteiro e simples."

FORA DO TRABALHO
"Toco muito violão, fico muito tempo no computador. Tenho um blog, adoro escrever nele. Gosto muito de andar em alguns lugares aqui da vila. Sou muito baladeiro. Estou parando, até. Preciso parar, porque meu fígado não está agüentando mais."

BELEZA
"Não me sinto uma pessoa bonita. Fico sem graça quando falo disso. Mas tão falando tanto pra mim que eu sou bonito, que to começando a acreditar que eu sou, entendeu?"

VIOLONISTA
"Eu acho que se eu tivesse de ser violinista, teria que ter outra personalidade, porque os caras que fazem música clássica no violão hoje, nesse país, são os aficcionados. E eu não tinha vontade de fazer isso. Apesar de ser muito apaixonado pelo instrumento, não queria ficar com uma vida disciplinada, regradinha e chata, tendo que estudar todo dia e perdendo a minha vida social e virar um cara esquisito, né? Mas tem uma certa frustração por não ter sido músico e é uma coisa que eu tô resolvendo. Tem horas que sou muito músico, outras horas jornalista. Outras horas eu sou ator."

FÃS
"Tento fazer dessas pessoas as minhas amigas, assim... Paro pra falar com todo mundo sempre, mas às vezes tenho a sensação de que parte dessas pessoas tem muito mais interesse em criar aquela histeria de relação que não constrói nada. Quando elas tentam sair desse plano superficial de relacionamento, a gente pode ter grandes amizades. Tem gente que é bem amiga, que eu conheci nesse circuito. Começou assediando e hoje faz parte da minha vida."

CQC
"Eu mandei meu currículo de produtor para a organização do programa e fiquei muito infeliz com isso, porque eu já sabia que faria um trabalho que não tava mais a fim. Eu não quero ser produtor. Decidi que eu seria artista. Cheguei na reunião de trabalho falando 'vim para a reunião de produção, mas não posso trabalhar com isso. Ou vou ser repórter ou não vou fazer nada nesse programa.' Fui muito cara-de-pau, mas isso já era CQC. Fiz dois testes muito envolvido, estudei, me apliquei, fui muito atrás."

O REPÓRTER QUE MAIS APARECE
"A real é que disponibilizei muito do meu tempo para fazer o CQC. O Oscar, Danilo e o próprio Rafinha Bastos têm carreiras paralelas que são muito sólidas. Eles chegaram ao CQC pelo Stand Up, então eles ficam um pouco indisponível em relação à minha realidade. Eu tenho muito mais disponibilidade de tempo pra gravar do que o Danilo, por exemplo. Não quero entrar no mérito quem é melhor, quem não é. Não existe essa compeltição no CQC. E todo mundo é fanático pelo trabalho do outro. Agora, a disponibilidade é maior pra um do que pra outros."


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=i4awQiWPilg

Um comentário:

ELIZANDRA paranaguá pr disse...

vc é demais
é perfeito
lindo inteligente
eo melhor de tudo é musico

quaqndo deus mte criou tenho ceteza q jogou a forma fora
pode existir alguém parecido com vc mas igual jamais
bjus
te amo sou mais q sua fã te adimiro ao extremo

boa sorte